Concrete Logo
Hamburger button

Como foi o UXers on Beer?

  • Blog
  • 21 de Novembro de 2015

Nesta semana, fizemos a primeira edição do UXers on Beer em São Paulo. A ideia é a mesma dos Coders: trocar conhecimento enquanto comemos pizza e tomamos cerveja. Dessa vez, porém, chamamos os UXers para falar sobre experiência do usuário e no final o que tivemos foi um grande bate-papo entre devs, UXers, POs e mais quem quis participar. O importante é que não faltou assunto e no fim foi bastante produtivo =)

Quem começou o papo foi o Theo França, que falou sobre no interface e internet das coisas. Ele começou falando da evolução do número de possibilidades de conexão de objetos, falou que a previsão é que tenhamos 7 objetos conectados por habitante em 2020 e mostrou várias ideias de sensores que podem facilitar a nossa vida. Com isso, Theo mostrou que quanto mais a tecnologia evoluir, precisaremos interagir menos ou de forma mais natural com os dispositivos, o que pode fazer com que a interface seja simplificada ou até substituída. A ideia é que não usemos mais teclado e mouse, mas o toque, o gesto, a voz e até a visão ao invés deles. Louco, né?

Theo

A apresentação que ele fez (tem uns infográficos bem legais), é essa aqui:

Em seguida, o Wagner Guimarães puxou o debate mais extenso da noite com o tema “UX ágil”. Wagner falou sobre a relação entre o UXers e os desenvolvedores, sobre a importância dos protótipos e sobre a fuga do “big design up front”, que é quando a produção do conteúdo é feita sem comunicação entre os designers e os devs e acaba atrasando e frustrando as expectativas. Wagner também abordou os pontos do Manifesto Ágil e fez a distinção entre Lean e Ágil antes de puxar o debate: os UXers devem trabalhar sempre um sprint à frente?

A partir daí, o debate foi longo. Muitos deram suas opiniões e mostraram experiências nas quais funcionou ou não funcionou essa tática. Também falaram sobre a “corrida pelo bronze”, casos em que depois de muito stress acabamos ainda com um produto final inadequado. Enfim, uma ótima discussão!

Wagner

A apresentação que o Wagner usou foi essa aqui:

Para terminar, o João Ramos falou sobre tipografia e gerou um debate também muito interessante sobre o uso das fontes. João contou a história da transição das famílias tipográficas móveis para as tecnologias digitais, e falou sobre ferramentas e códigos que designers de fontes usam para desenvolver fontes para mobile e para os novos formatos e tecnologia de telas. Durante o debate, percebemos o quanto é importante adequar a fonte à intenção de uso. Ele contou uma história sobre a Comic Sans, por exemplo, que foi criada para um balãozinho de fala de um cachorro. Bem interessante =)

João

Essa aqui é a apresentação que o João usou para guiar o debate:

E foi isso! Mais uma ótima noite de troca de ideias e experiências. Se você participou e gostou, deixe seu comentário aqui embaixo ou lá no nosso Meetup. E se você não quiser perder os próximos, fique ligado no Meetup e nas nossas redes sociais. Também aceitamos sugestões de temas! Até a próxima =)